menu

José Maria Guedes está a investir na cultura do olival em sebe na Herdade da Corona, uma propriedade agrossilvopastoril com 2.200 hectares, cuja atividade predominante é a produção de cortiça e a criação de gado. O empresário explica porque escolheu o olival: «é uma cultura onde há conhecimento técnico consolidado e parece-nos um investimento seguro.  Por outro lado, quisemos ocupar espaços da propriedade, onde há um elevado despovoamento do montado devido à mortalidade das árvores, com uma cultura menos consumidora de água do que as forragens que antes produzíamos para alimentar o gado. Por comparação às forragens, regadas por pivot, o olival consome um 1/3 da água».
Na Herdade da Corona a rega é feita com água armazenada numa barragem privada, o que obriga a uma gestão muito criteriosa e eficiente deste recurso. O projeto de rega, desenhado pela Prorega, e a instalação e materiais, da responsabilidade da Magos Irrigation Systems, respondem a esta necessidade de eficiência. O sistema de rega instalado será também aproveitado para regar parte da área de sobreiros da Herdade da Corona.

«Fiquei surpreendido e estou bastante satisfeito com o profissionalismo da Magos Irrigation Systems. Parece-me que estou em boas mãos»,  José Maria Guedes, proprietário da Herdade da Corona