«Investimos num sistema de rega com grande capacidade e materiais de qualidade», Pedro Janeiro
menu
03.02.2019

A empresa Amêndoas Vitoriapolis - Sociedade
Agrícola plantou 340 hectares de
amendoal em Santa Vitória, Beja, e escolheu
a Magos Irrigation Systems como
fornecedor e instalador do sistema de
rega.
O amendoal, instalado no Verão de 2018
na Herdade da Coelheira, é intensivo
(compasso 6m X 4m) com cultivares auto-
-férteis de casca dura e floração tardia:
Lauranne (francesa), Soleta, Marta, Marinada
e Vairo (espanholas). O objetivo da
empresa é obter a máxima produtividade
no curto prazo e a rega é um dos fatores
decisivos para o sucesso do projeto. O
sistema gota-a-gota de linha dupla, com
gotejadores espaçados de 50 a 50 cm e
débito médio de 2,3 L/hora permite uma
dotação de rega de 7.500 a 8.000 m3
hectare/ano, o dobro do praticado por
outros agricultores com amendoais na
região. Os setores de rega foram desenhados
tendo por base o estudo da
eletrocondutividade do solo, parâmetro
essencial para mapear as propriedades
do solo que determinam a sua maior ou
menor capacidade de retenção da água.

Com isto foi possível criar setores de rega
com zonas homogéneas, que permitem
uma gestão mais precisa da rega e dotações
ajustadas às características do
terreno. «Os estudos do IRTA demonstram que a
amendoeira responde à água com produção,
e como nós estamos focados em
obter o máximo potencial produtivo do
amendoal e a água não é um fator limitante
na herdade, optámos por investir num
sistema de rega com grande capacidade e
materiais de qualidade», justifica Pedro
Janeiro, gerente da Amêndoas Vitoriapolis.
O capital do investimento pertence ao
Grupo SFG La Vougeraie, um dos maiores
produtores e engarrafadores de vinhos
em França, nos EUA e Canadá. Adepto e
praticante da viticultura biodinâmica em
França, o Grupo quer conciliar sustentabilidade
económica com a preservação da
fauna e da flora locais e a valorização do
património arqueológico, descoberto na
Herdade da Coelheira.