A Nossa Visão
menu
04.02.2019

O que temos de mais certo na Agricultura é a sua imprevisibilidade e o contrariar os
sinais do mercado.
O nosso sentimento é que 2019 continuará a ser um ano de investimento na agricultura,
é normal que a rampa de crescimento refrie, como no salto em altura a partir
de determinada marca o crescimento torna-se mais dificil e mais trabalhoso.
Pelos dados que temos, a chegada ao mercado de investidores estrangeiros está
longe de ter terminado. As prespectivas de investimento em amendoal e vinha continuam
em alta, a reconversão do olival e o surgir de novas áreas, embora a um
ritmo mais lento mantêm o investimento.
A fruticultura matêm um desenvolver de novas áreas e é hoje um nicho de mercado
muito atrativo.
Pela positiva, os novos projetos hidroagrículas. O país percebeu felizmente a
necessidade de armazenar e distribuir a riqueza em forma de água. Embora preocupantes,
as alteraçoes climáticas e as suas implicações são dois factores que
contribuem para que as prespetivas de crescimento da industrias de rega continuem
a positivas.
Mas temos uma responsabilidade acrescida de contribuir com tecnologia que permita
um uso cada vez mais eficiente da água em agricultura.


António Gastão e Miguel Empis, administradores da Magos Irrigation Systems